Terrível ou Belo? Escolha o seu Gigante de Palha!

De desperdício a arte: a palha transformada em escultura

Tác giả Ines Matos   10-01-2019
Bài báo này thì trong Tiếng Bồ Đào Nha. Nếu bạn thích dịch bài này sang tiếng Anh, vui lòng đăng ký ở đây để trở thành người phiên dịch!

Às vezes esquecemos como é simples reinventar o mundo em que vivemos e, através da mais pura criatividade, fazer aparecer algo belo e divertido onde antes não havia nada, mesmo que seja usando simplesmente o que é lixo. Foi com isso em mente que um grupo de professores e alunos da Universidade de Arte de Musashino, que se situa em Tóquio, começou a planear um projecto especial em conjunto com a Prefeitura de Niigata, nos idos de 2007. Assim, no ano seguinte apresentaram ao público o Wara Art Matsuri: um festival dedicado à construção de esculturas realistas com recurso única e exclusivamente a palha natural e simples estruturas de madeira em segunda-mão. Hoje em dia o Wara Art já é um evento acarinhado por locais e visitantes, sem que contudo se tenha tornado excessivamente turístico. Se passar por Niigata entre Agosto e Setembro, não deixe de visitar. A boa disposição que reina no Parque de Uwasekigata vai contagiá-lo de certeza!

O que é?

O Wara Art Matsuri é um festival ao ar livre, de entrada gratuita e adequado a todas as idades. Apesar de existirem pequenos eventos tais como banquinhas de comida, lançamento de papagaios e outros, as estrelas do festival são as esculturas em palha, as quais se encontram espalhadas pelo parque Uwasekigata, na Prefeitura de Niigata.

A palha, sendo um subproduto da colheita do arroz, sempre foi muito bem aproveitada. Com efeito, a palha pode servir para construir telhados, para enriquecer os fertilizantes que vão ser colocados na terra para a colheita seguinte, e para produzir várias utilidades domésticas. Contudo, a emergência de materiais sintéticos e a normalização de um estilo de vida que dá preferência a outras estéticas, relegaram para segundo plano estes usos comuns da palha. Em resultado disso, a palha passou a ser cada vez mais um desperdício. Isto é, até passarem a considerá-la como matéria-prima para a criatividade.

O festival catapultou-se para a fama em 2017, pois nesse ano foi lançado um desafio ainda maior aos alunos, literalmente! Visto que se tratava da décima edição do festival, e portanto uma ocasião comemorativa, o critério para a construção das esculturas ditava que estas deveriam ter o dobro do tamanho habitual e que a temática seriam animais de grande (na verdade, enorme) porte. Assim, a planície encheu-se de dinossauros, gorilas que mais pareciam o King Kong e rinocerontes gigantes. O sucesso foi imediato, já que os visitantes podiam entrar nas esculturas e simular estarem a ser agarrados ou comidos pelas bestas, numa diversão inocente e com óptimos resultados fotográficos.

O resultado fez-se sentir logo no ano seguinte, pois a Agência Nacional de Turismo do Japão elegeu este festival como um dos “festivais do Verão de 2018”, recomendando-o aos amantes de fotografia, paisagem, e festivais “estranhos”, e uma mais-valia para a imagem turística de Niigata.

Quando é?

O festival usa sobretudo palha da colheita do arroz desse mesmo ano, por isso só pode fazer-se depois das colheitas acabarem. Por esse motivo a data de inicio varia um pouco de ano para ano, mas é sempre em Agosto. Depois de inauguradas as esculturas, o festival está aberto ao público no horário do parque durante todo o mês de Setembro.

Como se chega lá?

Se está noutras partes do Japão, considere usar o Joetsu-Shinkansen até à estação de Niigata. A partir da estação de Niigata, deve apanhar a linha Echigo em direcção a sul. Se sair em Echigo-Sone (viagem de 30 minutos), da estação até ao Parque Uwasekigata são 10 minutos de carro (por exemplo, táxi). Mas se sair na estação seguinte, Maki, pode apanhar um autocarro que passa pelo parque.

Quer saber mais?

Website oficial (japonês):

http://www.city.niigata.lg.jp/nishikan/about/kankou/wara-art/index.html

Facebook official (japonês):

https://www.facebook.com/waraartmatsuri

Outras sugestões:

Em Niigata existe uma variedade famosa de arroz, o koshihikari, que é considerado um dos melhores do Japão. Já que está de visita e que o tema do evento é a palha de arroz, aproveite para provar.

Đến đó

Uwasekigata Park, Niigata

Bài viết này có ích không?

Đề xuất thay đổi

0
0
Ines Matos

Ines Matos @ines.matos

Portuguese free spirit with an acute passion towards Japan. Long time japanese language terrible student. Part-time photographer with incredible luck in finding people willing to exhibit my Japan-themed pictures. Owner of a piece of paper that states I'm an art-historian, post-graduate on namban-art and Portugal-Japan heritage and some other aparently boring stuff. But I do like art and culture... it alows me to know people and places deeply and experience the limits of perception and belief. My proudest achievement is the non-profitable project I've created and have run for some years, connecting Portugal and Japan with news, activities aiming students and teachers, workshops, conferences, etc.  Non-fictional books about Japan: "Um longo Verão no Japão" (A long Summer in Japan), "Geminação Cascais - Atami: história de uma amizade" (Twin cities Cascais and Atami: the story of a friendship), "Património de Cristianismo no Japão" (Intangible Cultural Heritage of Christianity in Japan), all of them in portuguese, two of them are a collection of essays atached to photography exhibitions. E-book free on www.clubotaku.com: "Japão: guia de sobrevivência" (Survivor Guide to Japan), also in portuguese. Several lectures and papers in english can be provided upon request. For video-conferences/on-line learning watch my youtube channel. These are the videos in english: 1- The velvet cape; 2 - Boats and bodies; 3 - Need a flag; 4 - southern point of view; 5 - Tales from within and beyond: the case of the Tanegashima gun - part I and II. https://www.youtube.com/channel/UCRQr5YwNF-VXhr6Gkycl-1A/videos?view_as=public soft spot in Japan: Kyushu and around...

Bình luận